Brasão – Boi Morre-Não-Morre

Xilogravura do livro “O Boi Morre-Não-Morre”. Brasão com escudo de couro espichado, com campo contendo o sol ao centro e ao alto, inclemente, e o Boi escanzelado na parte inferior, ao pé da aroeira desfolhada, com a morte representada por dois urubus à espreita sobre a galhada, de asas abertas para o derradeiro abraço. Na parte inferior à esquerda, o xiquexique, representando a vida latente catingueira, inabalável e rija; à direita, o cachorro esfomeado com a própria pata entre as mandíbulas, em seu desespero autofágico. Coroando o brasão, ranchos sertanejos e suas cercas de arame farpado, tendo à frente de si como timbre o triunfante canário-da-terra, representando a continuidade da vida. Gravura representativa, contém as principais cenas do poema.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: